Algarve

Algarve

Algarve. O segredo mais famoso da Europa

Área: 5.412km2

População: 451.005 habitantes (Censos 2011)

Clima: Temperado Mediterrâneo

   > Inverno: (ameno e curto) - mínimo 6ºC (noite) / máximo 18ºC (dia)

   > Verão: (quentes e longos) - mínimo 16ºC (noite) / máximo 30ºC (dia)

 

O Algarve

Região turística mais importante de Portugal e mais ao Sul de Portugal Continental. A designação Algarve deriva da palavra árabe "Al-Gharb" (O Ocidente), cultura que perdurou por seis séculos na região, deixando inúmeros vestígios e influenciado a os seus costumes, tradições e gastronomia até aos dias de hoje.

 

A capital administrativa da província do Algarve é Faro e ao todo existem 16 municípios na mesma - a mais ao sul de Portugal: Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Faro, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Olhão, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira, Vila do Bispo e Vila Real de Santo António.  
Os principais aglomerados turísticos do Algarve, em referência à população residente e não aos ritmos epocais de afluxo turístico, são Faro, Portimão, Lagos, Loulé, Tavira, Olhão e Vila Real de Santo António.

O Algarve está separado do Alentejo e do resto do país pelas serras de Monchique e do Caldeirão, e divide-se em duas áreas, Sotavento (zona Oriental) e o Barlavento (zona Ocidental).

Clima

O clima do Algarve tem características mediterrânicas com Invernos suaves e Verões abrasadores e secos (a temperatura média do ar situa-se entre os 12,2º no Inverno (Janeiro) e os 30º no Verão (Agosto), com amplitudes térmicas anuais curtas e pequenas quedas de chuva, sendo as zonas de temperaturas mais baixas as zonas das serras. A temperatura da água do mar oscila entre os 14,3º em Janeiro e os 21,3º em Setembro. Em termos de tempo solar, o Algarve usufrui de qualquer coisa como 3.065 horas de Sol durante os 365 dias do ano.

Economia

A economia algarvia assenta na vida agrícola, com importância destacada para a colheita e comercialização de frutos secos, de citrinos e de legumes. É também predominante a pesca, quer amadora, quer comercial, estando as águas envolventes à Península de Sagres entre as melhores da Europa para a pesca de espécies como Tubarão Azul, Pescada, Espadarte, Atum, Sargo e Corvina. A Pesca Grossa tem como grande atractivo o facto de se tratar de uma luta, entre o Homem e um peixe de grande porte, desenvolvida apenas com cana e carreto. Por ser terra de águas quentes e local de passagem dos peixes para o Mediterrâneo em várias alturas do ano, a costa algarvia fornece todas as condições para a prática da Pesca Grossa, organizando-se, durante o Verão, torneios nacionais e internacionais nas zonas de Tavira, Olhão, Albufeira e Portimão.Na zona de Lagos, o movimento é tão intenso que é fácil alugar, por um dia ou por meio dia, barcos bem equipados, com cadeiras de pesca e arreios. Outra modalidade bastante praticada no Algarve, é a Pesca Submarina. Esta proporciona aos seus praticantes o contacto com uma natureza espectacular, um mundo com paisagens subaquáticas fascinantes, o que, só por si, permite atenuar o stress e promover a descontracção. Loulé e Portimão são importantes centros algarvios deste tipo de pesca, existindo mesmo empresas profissionais que proporcionam facilidades neste âmbito.

Gastronomia

A cozinha Algarvia, com todo o seu tipicismo, apresenta-se como um outro reino dentro da gastronomia portuguesa. É, pois, necessário divulgar este autêntico tesouro que constitui a arte culinária algarvia.

O Algarve oferece uma saborosa gastronomia tradicional, fortemente influenciada pela culinária e cultura mediterrânea, com três áreas geográficas distintas: o Litoral (com pratos de peixe e marisco em especial pratos com atum e polvo) e as zonas do interior do Barrocal (com pratos simples de legumes frescos e chouriços) e a Serra Algarvia (com pratos mais pesados com guisados de galinha e porco).

E claro não podemos nos esquecer da doçaria influenciada pelas amendoeiras, figueiras e alfarrobeiras que crescem em abundância na região com a tradições conventuais do Alentejo com preparações artísticas com ovos, amêndoas e figos.

Os vinhos e aguardentes vêm juntar-se à tradição gastronómica do Algarve. Região vinícola que usufrui de um clima tipicamente mediterrânico e utiliza castas tradicionais com inegável sabor a fruto, uma baixa acidez e uma graduação bastante elevada.


Turismo e Desenvolvimento

A litoral, estão as mais belas e acolhedoras praias do mundo, apoiadas por unidades hoteleiras que proporcionam aos seus clientes excelentes condições de habitabilidade, complementadas pelos requintados serviços que estão aptas a prestar.
Os magníficos campos de golfe que se estendem por toda a região, completam a oferta a litoral.  
 
No interior, são as belas paisagens, a gastronomia, os produtos naturais e os hábitos tradicionais, a base da oferta turística, muito apreciada por todos os visitantes.  
O artesanato é outra das grandes valências existentes na região, oferecendo produtos naturais e genuínos, como o mel, o pão caseiro, o azeite e a aguardente de medronho, entre outros. Utensílios tradicionais que ainda hoje são fabricados pela mão do artesão local, completam a oferta tradicional e característica do Algarve.

Desfrute assim do que o Algarve tem de melhor.
Durante a época alta (Verão), desfrute das magnificas praias, restaurantes e da animada vida nocturna, característica da época.
Durante a época baixa (Inverno), aproveite para visitar o interior, onde encontrará um 'outro' Algarve, bem mais genuíno e tradicional.

Contacte-nos agora!